Semana Nacional do Trânsito

Educar os ‘“futuros motoristas” é a solução para a segurança no Trânsito?

Educar os '“futuros motoristas” é a solução para a segurança no Trânsito?O Conselho Nacional de Trânsito trabalhou o tema da Semana Nacional do Trânsito 2015, “Década Mundial de Ações para a Segurança do Trânsito – 2011/2020: Seja você a mudança”.

Os Educandos do ensino médio do Instituto Canção Nova participaram da palestra com especialista no assunto, com a finalidade de orientar sobre os riscos de acidentes e de como eles podem ser evitados. Vários temas foram abordados, como educação, drogas e comportamento no trânsito. Dos riscos que eles correm, por não serem habilitados ou mesmo dirigir embriagado ou ser passageiro de um motorista embriagado, utilizar o veículo na condição de passageiro sem fazer o uso do cinto de segurança e a motocicleta sem usar o capacete de segurança e ainda a importância da mobilidade urbana com o meio ambiente, alertando-os que serão os “futuros motoristas”, mais conscientes e que a melhor proteção é a educação.

Educar os '“futuros motoristas” é a solução para a segurança no Trânsito?Com o objetivo de alertar os Educandos sobre a importância da boa convivência no trânsito, que a generosidade só nos faz bem, que a harmonia entre todos é necessária, alertando que a segurança no trânsito depende de todos e que cada um faça parte dessa mudança. Sabemos que são jovens ansiosos para a conquista da tão sonhada Carteira Nacional de Habilitação e havendo a mudança no comportamento, com certeza serão transformados em multiplicadores do conceito de responsabilidade no trânsito e contribuindo assim para a redução dos índices da violência sobre rodas. Os acidentes de trânsito estão entre as principais causas de mortes e internações de adolescentes e crianças no Brasil.

Orientar os educandos com o intuito de uma nova forma de ver, entender e ter um trânsito seguro, faz toda a diferença. Um dos grandes objetivos da palestra foi mostrar que trânsito é uma questão de cidadania e que faz parte do dia a dia de todas as pessoas, assim, para refletir sobre a importância de um comportamento mais responsável e mudar de uma vez por todas a atitude no trânsito, visando diminuir o número alarmante de pessoas que perdem a vida em acidentes de trânsito.

Foi mencionado ainda que para mudar esse quadro dependemos da mudança de atitude de todos os atores no trânsito (pedestres, ciclistas, passageiros e condutores), que são os responsáveis pelas próprias ações e sofrerão as consequências de suas escolhas. Cada um de nós é responsável por mudanças de atitudes no trânsito para que possamos cada vez mais Preservar Vidas.

Carlos Eduardo Carvalho é formado em Geografia e Pós-Graduado em Educação Ambiental pela Faculdade Integrada de Cruzeiro (SP). Atua como Educador no Instituto Canção Nova.

 

 

 

Comentários O seu comentário será aprovado automaticamente, portanto evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.