SER EDUCADOR - Vocação e Missão

SER EDUCADOR - Vocação e Missão

Instituto Canção Nova – Formando Homens Novos para um Mundo Novo|Foto: Maria Rita

 

Outro dia estava eu realizando uma palestra no curso de licenciatura em Filosofia da Faculdade Canção Nova sobre “Estratégias de convivência na escola”, quando um dos estudantes levantou a mão me perguntou: “Você poderia nos dar alguma dica referente a lecionar filosofia nas escolas?”, E eu prontamente respondi: “Primeiramente não se DESESPERE”, de imediato a turma correspondeu ao meu comentário com gargalhadas.

Quando propus “não se desespere” em sala de aula, me referi ao quanto uma sala de aula pode nos parecer assustadora em primeira instância, já que a ação docente sobre os discentes é desafiadora e complexa, seu aperfeiçoamento demanda tempo, técnica e afeto.

Ser educador é, além de desafiador, uma missão que nasce numa vocação dos que praticam a docência. Quando o educador conclui seu curso de licenciatura faz um juramento onde se compromete em promover uma educação de qualidade, que ofereça a seus alunos condições de aprimoramento profissional, ético, social e humano. Sobre esse mesmo juramento é necessário que o educador tenha a clareza de sua importância no processo de formação de seus alunos e da necessidade da renovação diária desse compromisso.

Deparamo-nos num país onde infelizmente a figura do professor é depreciada e não possui o reconhecimento de sua importância na sociedade. Entretanto, o fato de não possuir tal reconhecimento não diminui a importância real dessa função. É preciso que nós enquanto educadores tenhamos a sensibilidade de intensificarmos nossa atuação sobre as crianças e jovens no processo de ensino-aprendizagem e na formação pessoal/social.
Educar é sumariamente o movimento de mudança radical o qual queremos ver no mundo. De fato, talvez esse seja o caminho mais eficaz para registramos a marca do bem e do amor na sociedade, sendo a educação objeto e caminho de transformação humana.

Nós educadores somos responsáveis por essa mudança no paradigma humano. Cabe a todos nós participar da educação em todas as suas instâncias sendo sujeitos transformadores e consequentemente transformados, criando condições para a elaboração de uma sociedade mais justa e equilibrada.
Ser educador, além de uma missão, é o gerenciamento da transformação de vidas. Negar tal vocação seria negar a funcionalidade de uma vida que vale apena ser vivida.

 


Thiago Ribeiro

Thiago Ribeiro é Mestre em Ciências da Educação, graduado em Filosofia pelo Centro Unisal de Lorena, e especialista em Educação para o Pensar pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC), especialista em Gestão Escolar e Educação Especial e Inclusiva pela Faculdade Duque de Caxias do Rio de Janeiro. Atua como Professor de Filosofia e Ensino Religioso no Instituto Canção Nova.

Comentários O seu comentário será aprovado automaticamente, portanto evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.