Os desafios da leitura no processo de aprendizagem

 

“Ler é uma habilidade complexa que visa à passagem de um registro gráfico escrito para a sua significação” (Jacques Braibant)

 

“Leitura e Aprendizagem”| instituto.cancaonova.com

 

Ler, como competência complexa, envolve tanto habilidades específicas relacionadas ao processamento da informação escrita quanto habilidades mais amplas como atenção, raciocínio e acesso a conhecimentos gerais previamente armazenados. Assim, é possível separar os componentes específicos, relacionados ao reconhecimento das palavras e dos componentes gerais, bem como relacionados à compreensão tanto da leitura quanto da fala. O processo de leitura somente ocorrerá quando as duas habilidades estiverem preservadas, ou seja, é preciso o reconhecimento de palavras e a compreensão.

O despertar para a leitura pressupõe diversos fatores prévios que devem ser estimulados ou desenvolvidos, tais como: coordenação visomotora, memória imediata, memória motora, memória auditiva, memória lógica, pronúncia, coordenação motora, atenção; organização do espaço, linguagem e organização temporal. A falha de algum deles poderá desenvolver dificuldades no processo da leitura. 

 

“O despertar da leitura”| Foto: Eugênia Fraante / instituto.cancaonova.com

 

Crianças com dificuldade no processo de leitura devem ser treinadas por meio de atividades que explorem equilíbrio geral, orientação espacial (noção do corpo, representação do esquema corporal, noção e sentido de deslocamento, noção de distância e intervalo), orientação temporal ( noção de duração, noção de intensidade, noção de ritmo, estruturação do intervalo), coordenação dinâmica geral, controle de respiração, relaxação corporal, associações múltiplas sensoriais e expressão corporal. Assim, terão eficácia e possibilidades de superação maiores nos processos de leitura. É importante ressaltar que as atividades artísticas, como pintura, música e modelagem, favorecem a livre expressão criadora, propiciando condições favoráveis à ação espontânea que supera bloqueios emocionais, sentimentos de inferioridade e insatisfação. 

 

“Os desafios da leitura”| instituto.cancaonova.com

 

Diante de uma dificuldade no processo de leitura, é possível realizar alguns procedimentos simples que auxiliem e estimulem as crianças: 

Aos pais:

  • Colaborar com o filho  nas tarefas de casa. A tarefa é da criança e isso precisa estar claro, mas é essencial que ela saiba que pode contar com o apoio dos pais. Estabelecer limites com amor, sempre.
  • Evitar críticas quando ele não conseguir escrever, ler ou desenvolver as atividades. É preciso tentar ajudá-lo, não  rotulá-lo como “incapaz” ou “incompetente”. É dever dos pais motivar e estimular o filho para que ele, uma vez acreditando no seu potencial , possa continuar se esforçando diante dos desafios, e consiga dar passos maiores.
  • Dialogar com seu filho sobre algumas leituras (especialmente sobre assuntos de interesse dele) e até mesmo promover momentos de leitura em família. Alguns minutos por dia podem fazer uma criança se apaixonar pelo mundo da leitura.

Aos educadores:

  • Oferecer e persistir no processo de alfabetização com uma sistemática de desafios, utilizando inicialmente o alfabeto móvel e, posteriormente, palavras, frases e textos (trabalhar pequenos textos como poesias, parlendas, cantigas de roda,  caça-palavras, cruzadinhas).
  • Realizar correções textuais compartilhadas (sem, no entanto, expor os erros individuais ao grupo), permitindo que cada criança possa descobrir onde errou e tomar consciência da mudança necessária.
  • Oferecer pequenos textos escritos  com erros ortográficos (é necessário que a criança tenha consciência da atividade para não assimilar erros como “acertos”!) para que a criança possa reconstruí-los, a partir da leitura crítica.
  • Usar jogos de leitura e escrita para tornar o processo mais lúdico e criativo.  

 

      Sugestões de jogos de leitura e escrita  para pais e educadores:

 

Já sei ler: Associação de figuras e palavras

5 a 7 anos;

2 a 4 participantes.

 A dinâmica do Dominó já sei ler induz a criança pensar antes de agir. Ao ver determinada figura, é necessário que ela procure a cartela correspondente, através da leitura, memorização e associação. Estimular á criança a ler as palavras em voz alta. Elas aparecem escritas em letras de fôrma ( bastão e em letra cursiva.) Dessa maneira, a criança aprimora a dicção e aprende brincando.

 

Salada de sílabas: Criação de novas palavras

6 à 8 anos

1 ou mais participantes.

Estimular ás crianças a brincar com a mistura de palavras (frutas e vegetais), criando figuras e palavras inéditas. Incentivar as crianças a criarem novos alimentos e a ler as palavras criadas.

 

Alfabingo: Bingo de palavras e figuras

6 a 8 anos 

2 à 12 participantes

Reconhecimento do alfabeto através da leitura, elevando a autoestima.

 

Construção de frases de A a Z:

Associação:Imagens, palavras e letras

7 a 9 anos.

São 23 frases incompletas, com espaços vazios para serem preenchidos por cartas com figuras correspondentes ás palavras que faltam nas frases.

 

Tabuleiro das vogais 

Tabela com a, e, i, o,u  e 50 palavras que iniciam com as vogais, permitindo à criança que preencha a tabela por meio de associações. 

 

Com amorevolezza,

 

 


Ana Luiza

Ana Luiza Lopes Sinieghi nasceu em Aracaju/SE. É missionária na Canção Nova desde 2006. Cursou Pedagogia na Universidade Federal de Sergipe e é pós-graduada em Gestão Democrática, pela Universidade de Taubaté (UNITAU). Atualmente cursa mestrado e atua no Instituto Canção Nova como Diretora-Adjunta.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Ele será aprovado automaticamente.