18 de Abril - Dia Nacional do Livro Infantil

Educadora de Língua Portuguesa e Literatura incentiva o hábito da leitura

 

18 de Abril - Dia Nacional do Livro Infantil

Incentivados pelo hábito da leitura educandos lê com prazer cada página.

 

Esta data foi escolhida para homenagear um escritor que dedicou boa parte da sua vida à literatura infantojuvenil, Monteiro Lobato. Nascido em 18 de abril de 1882, na cidade de Taubaté, Monteiro Lobato foi o criador do Sítio do Picapau Amarelo e de personagens inesquecíveis da nossa literatura, como Visconde de Sabugosa, Tia Anátacia, Dona Benta, Narizinho, Pedrinho, Rabicó, Tio Barnabé, Jeca Tatu, entre outros…Mas era através da sua personagem favorita, Emília, que Lobato expressava suas ideias e opiniões, que contrariavam o senso comum da época que eram colocadas  na boca de uma boneca irreverente, independente e que não tinha travas na língua, capaz de transformar e informar com suas palavras.

Todos sabemos que a leitura é fundamental para a formação profissional, intelectual e cultural do ser humano. Mas se não for cultivado desde cedo, dificilmente a leitura produzirá bons frutos, pois deve estar associada ao prazer de degustar um bom livro.

Lobato dizia assim “Ainda escrevo livros onde as crianças possam morar”, pois como tudo na vida, temos que aprender, seja andar, falar, comer…E deve ser assim também quanto ao gosto pela leitura, aprender desde cedo e isso começa em casa, em família e mais tarde inserido na escola, através de seus incentivadores, os professores. Como ensinar e cobrar do meu filho a leitura, se não a faço? São os exemplos que arrastam, então comece agora, nunca é tarde.

Então desde já faça a diferença! Promova momentos de leitura antes de dormir, nos momentos em família. Leia para as crianças um pouquinho todos os dias. O livro pode ser o melhor companheiro para viajar, descobrir e criar um mundo cheio de fantasias e aventuras, onde os personagens principal pode ser você. Quem lê sabe mais!

Fica então a minha dica e não deixe de ser você a dar os primeiros passos…

“Meus filhos terão computadores, sim, mas antes terão livros. Sem livros, sem leitura, os nossos filhos serão incapazes de escrever – inclusive a própria história.” (Bill Gates)


Ana Paula Magalhães Maruco

Ana Paula Magalhães Maruco nasceu em Pindamonhangaba-SP. Casada e mãe de três filhos, os quais são sua maior inspiração. Cursa Letras na Universidade Salesiana Claretiano. Atualmente trabalha no Instituto Canção Nova desenvolvendo projetos pedagógicos.