Qual a minha vocação?

É comum ouvirmos esta pergunta, seja no pátio do Instituto Canção Nova, seja caminhando pelas ruas da Canção Nova aqui em Cachoeira Paulista – SP. Recordemos que falar de vocação, não significa, necessariamente, que esta seja no âmbito religioso. Mas também no âmbito do que cada um pretende ser na vida. A vocação básica de cada cristão batizado é a santidade, vivida na vocação em que você estiver. Também na profissão que você escolher para sua vida. Nela você deverá ser um bom cidadão na busca das virtudes que tornam você e as pessoas que convivem com você um pouco melhores.

Mas toda essa realidade não nos impede falar da vocação ao Matrimônio, ao Sacerdócio e à Vida Religiosa. A vocação ao Matrimônio é a natural, comum a todos. Mas, por um chamado especial de Deus uns seguem a vida religiosa ou se dedicam consagrando suas vidas a Deus numa Comunidade específica, como a Canção Nova, por exemplo. Outros, também por um chamado especial tornam-se Padres.

A atenção da Igreja Católica aqui no Brasil, no mês de agosto, volta-se para as vocações. Sejam elas vocações sacerdotais, religiosas, mas também a vocação própria de cada cristão na sociedade. De maneira especial neste mês de agosto comemora-se também o dia do Padre. O dia do Padre é comemorado no dia 04 de agosto, dia de São João Maria Vianney, também conhecido como Cura D’Ars. Isso porque Ars, na França foi onde ele exerceu o seu ministério sacerdotal como Pároco, por este motivo ele é o patrono dos Párocos.

Aproveitemos esse mês para rezarmos pelas vocações, mas também dedique-se em descobrir qual é a sua, caso você ainda não saiba.

Eu, de minha parte, rezo por você!

Deus abençoe!

Comentários O seu comentário será aprovado automaticamente, portanto evite nomes e testemunhos muito explícitos, pois o seu comentário pode ser visto por pessoas conhecidas.