Sabe de onde vem os nomes para as notas musicais: Dó, Ré, Mi, Fá, Sol, Lá e Si?

 

 

No século XI, o monge beneditino e teórico musical Guido D’Arezzo, conhecido assim por ter nascido na cidade de Arezzo, na Itália, teve a seguinte ideia: usar as primeiras sílabas de cada verso da primeira estrofe de um hino cantado em louvor a São João Batista:

Ut queant laxis     Para que nós, servos, com nitidez
Resonare fibris     e língua desimpedida,
Mira gestorum     o milagre e a força dos teus feitos elogiemos,
Famuli tuorum    tira-nos a grave culpa
Solve polluti         da língua manchada.
Labii reatum        ó São João
Sancte Ioannes

Foto: wikipedia.org

 

A palavra UT foi posteriormente substituída por DÓ, para facilitar o canto com a terminação em uma vogal; e o SI, que não consta da melodia solfejada, foi acrescentado tomando-se as iniciais da palavra Sancte e seu nome: Ioannes.

Guido D’Arezzo foi uma das figuras mais importantes da música de todos os tempos e um homem a frente de sua época, trazendo diversas inovações para o universo musical.

Crianças na aula de música:

Leia também:

Que tal trocar a tecnologia por música?

Dia do músico

Educação Musical

Teatro Municipal de Cachoeira Paulista


Márcio Junior

Márcio Junior é natural de Cachoeira Paulista-SP. Formado em Licenciatura Plena em Música pela Universidade Metropolitana de Santos (UNIMES), proprietário e professor no Novo Som – Curso livre de música, e Educador Musical no Instituto Canção Nova.

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Ele será aprovado automaticamente.